Como fazer SEO para blog: Guia básico para blog.

como fazer seo para blog - Como fazer SEO para blog: Guia básico para blog.

Como fazer SEO passo a passo

Quem se pergunta rotineiramente como criar um blog ou site de sucesso, está também mesmo que sem saber refletindo a importância do SEO para blog ou site.

Muita gente que atua online sabe por cima do que se trata, mas nunca se deu ao trabalho de aplicar.

A verdade é que você só vai ser reconhecido quando entender esse conceito e as técnicas que ele aborda.

Você já reparou que quando você pesquisa por algum termo, os resultados que surgem primeiro são os destaques na área?

Qual é o critério que define isso, e principalmente, como é possível colocar o seu nome bem no topo dessas lista?

É isso que esse post vai explicar.

O que é SEO?

Search Engine Optimization, que significa em tradução livre, otimização para o motor de busca.

Pode-se usar como exemplo a gigante Google, na qual fazemos a maioria de nossas buscas por informação.

A ideia é que, ao procurar por um termo específico, o seu blog seja o primeiro a aparecer.

Sobre o que você produz conteúdo?

Qual temática a sua persona provavelmente procura?

Para se tornar uma referência, você precisa aparecer.

É para isso que serve o SEO.

Entenda a mecânica de um motor de busca

Quando você pesquisa algo no Google, por exemplo, ele como motor de busca utiliza as chamadas spiders ou aranhas.

Elas investigam e analisam os sites, fazendo uma rápida eleição sobre quais se ajustam ao que foi procurado.

Os blogs que apresentam alta qualidade e são populares aparecem no topo da busca.

Como você já deve ter notado, a pesquisa é elaborada em lista e a maior credibilidade é sempre da que aparece primeiro.

Conheça as vantagens de aplicar o SEO

Como fazer SEO? Você deve estar se perguntando qual é o critério que o motor de busca utiliza para definir tão rapidamente o que é adequado e de qualidade.

É claro que você quer enquadrar seu conteúdo dentro desse status.

É aí que o SEO para blogger entra: é preciso dominar as técnicas, pois elas o fazem alcançar o alto do ranking.

Estar nos primeiros resultados de busca significa que você é um excelente produtor de conteúdo, além de demonstrar que as pessoas consideram o seu conteúdo relevante.

Outro ponto importante é alcançado por meio dessa classificação que você pode ganhar dinheiro com blog, pois quem aparece primeiro, ganha mais cliques.

Com mais cliques, o tráfego aumenta e seu reconhecimento cresce e você tem mais chances de obter clientes, patrocinadores, assinantes, além da publicidade e dos “mimos” de empresas interessadas em aparecer diante dos seus seguidores.

Como funciona o SEO para blog?

Se você quer ganhar visibilidade, entender o SEO é um dos pilares do conhecimento de blog para iniciantes.

Não apenas para o Google, mas para outros mecanismos como o Yahoo, o Bing etc., há um conjunto de características que fazem o seu conteúdo ser encontrado e eleito por eles para aparecer como primeiro resultado das buscas dos usuários.

Quando o mecanismo “rastreia” os conteúdos para mostrar ao usuário que fez a pesquisa, ele qualifica os sites de acordo com essas “regras”.

Quanto mais o seu texto estiver adequado, maior é a qualidade do seu blog: é isso que o mecanismo entende.

Então, mesmo que você seja fera no assunto e tenha uma boa estratégia, é o SEO que leva suas produções ao topo.

como fazer seo para sites - Como fazer SEO para blog: Guia básico para blog.

Quais as grandes dicas de otimização de SEO para blogs?

E quais são as orientações para alcançar esse patamar nas buscas, aumentando sua autoridade e o seu reconhecimento na rede?

Trouxemos este tópico inteiro para que você aprenda: nele agrupamos as principais técnicas que você precisa praticar no seu blog.

A seguir!

Estruture o seu conteúdo

Há um conceito chamado escaneabilidade.

Em suma, trata-se de dividir o seu texto de maneira que ele seja agradável de visualizar e ler.

Aplicá-la faz com que a experiência do seu leitor seja muito melhor e mais interessante.

Imagine um texto de mais de 1000 palavras corridas, sem nenhuma divisão, com parágrafos de 20 linhas cada um: cansativo, certo?

A ideia da divisão do texto é que o leitor leia num ritmo agradável, pausando o trecho sem interromper, aí não se torna maçante ou pesado.

Determine a extensão do texto

Quanto tempo de leitura a sua produção vai demandar?

Num texto de aproximadamente 500 palavras, o tempo de leitura é de 2 minutos, enquanto um de mais ou menos 1000, levar 5 minutos para ser lido e assim por diante.

A dica de ouro é não errar na profundidade.

Caso você precise explicar muito detalhadamente um tema, vale mais a pena investir em conteúdos maiores, com tópicos bem estruturados que vão afunilando o assunto.

Comece a praticar

Tente não usar mais que 3 linhas durante a sua redação. Além disso, não faça frases muito extensas, ok?

Uma boa opção é usar, na própria aba de edição de post no blog, uma ferramenta que otimize o SEO, indicando o que já está bom e o que precisa ser melhorado.

Ajeite os títulos

Já que as palavras-chave precisam estar no título e no subtítulo, subentende-se que há uma divisão.

Nesse caso, é preciso considerar o tamanho do texto, além de organizar os títulos em H2 e H3.

O uso é simples:

  • H1 sempre para o título do texto;
  • H2 para legendas;
  • H3 para as outras seções dentro do subtítulo H2.

Também é importante padronizar esses títulos.

Se o primeiro intertítulo for uma pergunta, por exemplo, todos os outros devem ser.

O mesmo procedimento vale para verbos no infinitivo.

O tamanho do título do artigo também importa: não ultrapasse os 70 caracteres, incluindo os espaços.

O título é o primeiro a ser analisado pelo algoritmo do mecanismo de busca, por isso ele precisa ser otimizado.

Faça listas

As listas também são queridinhas para quem deseja fornecer uma boa experiência ao cliente.

Além de ser chamativo, organiza bem as ideias e colabora com a escaneabilidade.

Posts como “5 maneiras de fazer tal coisa” são muito bem-vindos.

Nesse caso, os títulos em H2 devem conter a numeração, não se esqueça.

Pesquise as palavras-chave

Você conhece as famosas “keywords”?

Para quem trabalha postando online, elas significam o começo do trabalho para ter um blog apto às primeiras posições das buscas.

Para definir boas palavras-chave, a sua estratégia de marketing digital precisa estar encaminhada.

Assim, você sabe quais termos de busca resumem o que o seu público quer ou precisa ler.

Além disso, não ache que apenas enchendo o texto com essas palavras vai ranquear bem.

Na verdade, essa “poluição” e falta de critério é um erro que você não deve cometer.

O ideal é:

  • usar no título, preferencialmente no início dele;
  • repetir em um subtítulo;
  • escrever uma vez no primeiro parágrafo do texto;
  • utilizar no último parágrafo;
  • mencionar ao menos 3 vezes no corpo da produção.

Há ferramentas que podem ajudar você na missão de encontrar a melhor opção para a sua publicação, é o caso do Planejador de Palavras do Google Adwords e do Google Trends.

Tentar identificar esse padrão no blog dos seus concorrentes é uma boa ideia também.

Dessa forma, você sabe quais são as práticas de sucesso e pode aplicá-las!

É bom ressaltar novamente: não use desesperadamente as palavras-chave.

Coloque-as de forma orgânica em seu texto.

O uso abusivo e descabido pode estragar os seus posts, comprometendo a qualidade do seu conteúdo, além de hoje em dia o Google estar mais ciente da semântica e não apenas de palavras isoladas.

Estude sobre os tipos de keyword

As palavras-chave não são todas iguais.

Há modalidades diferentes, que tem finalidades distintas. Há as head tails keywords e as long tail.

Por exemplo.

A primeira se trata de uma forma de identificar a empresa.

Por meio delas, qualquer um deve ser capaz de saber do que se tratam os seus serviços.

Para quem atua com blog B2B, é fundamental usá-las.

Enquanto isso, a segunda se trata das palavras-chave de “cauda longa”, que fazem referência à quantidade de pesquisa e compras de itens específicos superando esses números em relação a buscas genéricas e populares.

Enquanto palavras como “blog” e “conteúdo” são as head, outras formulações como “conteúdo para blog” são as long tail.

Foque nas hashtags

É essencial ressaltar que estamos tratando de SEO para blogger, mas as redes sociais são indispensáveis, tanto para a publicidade direcionada quanto para visibilidade orgânica.

Nesse cenário, anexos, legendas, fotos etc. não são analisadas pelo buscador, mas pelas “tags”, a hashtag entra aí.

Você, provavelmente, conhece os heavy users das redes sociais e sabe quais são os termos que todo mundo usa (caso contrário, hora de sair pesquisando).

Ao usar as famosas hashtags, é certo que você vai aparecer nas buscas da rede social, já que elas agrupam todos os posts que as mencionam.

Use URLs amigáveis

A URL também é muito importante.

Caso ela seja muito larga, o mecanismo de busca vai classificá-la como spam.

O ideal para não errar é fazer com que a URL seja curta e utilize as palavras-chave do conteúdo, portanto, faça uma boa síntese.

Edite a meta description

A tag de meta, meta descrição ou meta description merece atenção. Embora ela não seja um fator que coloca seu blog no topo, é o primeiro contato do seu leitor com os resultados da busca.

Quando você faz uma pesquisa, aparece o nome do site e, logo abaixo, um bloquinho de texto, certo? É a meta description.

A dica aqui é editá-la e desenvolvê-la de forma atraente.

O que vai chamar a atenção do seu público-alvo e fazer sua persona clicar no seu site quando ele aparecer?

Faça uma breve menção ao valor que a leitura vai agregar e aproveite para usar a keyword.

Você faz essa edição no painel do blog, na hora de postar.

Otimize as imagens

As imagens têm um papel importante: nomeie usando alguma relação com a palavra-chave, tópico específico ou temática.

Isso serve para que as imagens apareçam quando aquele termo for buscado, entende?

Assim, você é visto de mais uma maneira e o seu conteúdo é atrelado a mais uma forma de pesquisa.

Ao usar as imagens para converter o tráfego para as suas postagens, relacione descrição delas sendo sucinto.

Uma breve definição serve, não precisa colocar.

Por exemplo:

O título inteiro.

Dê atenção ao texto alternativo

O “Alt Text” ou texto alternativo se trata de descrições para usuários que, por alguma razão, não possam ver as imagens.

Nesse caso, você continue utilizando o recurso, mesmo que a pessoa não consiga visualizar a mídia em questão.

Link Building

Vamos falar sobre link building interno.

Sabe os termos que fazem link literalmente para outros textos ou mesmo para a página de contato, os produtos comercializados etc, dentro do seu próprio blog ou site?

Esses hyperlinks são importantes.

A ideia é que esse artigo se torne “relevante” para o mecanismo de busca.

A taxa de rejeição do seu blog diminui com essa prática, já que o engajamento dentro dele aumenta e, assim, o algoritmo entende que você sempre atualiza a página e que ela é acompanhada por leitores interessados.

Logo, seu conteúdo tem algo a acrescentar para os seguidores.

Usando hiperlinks externos

Os links externos são aqueles que levam o leitor para um outro domínio.

Sendo assim, eles não necessariamente precisam ser para páginas que não tem nada a ver com as suas contas, pois basta ser em outro domínio.

O mais importante para usar o link building externo é o target.

Você deve configurar para que o novo conteúdo abra em outra aba e não substitua a sua produção na tela do usuário.

Assim, ele pode ler até o final e depois verificar o que foi aberto: Ninguém perde.

Elabore um calendário de conteúdo

Se você fala sobre games, a BGS é um evento e tanto, né?

Se você comenta animes, o Anime Friends não pode passar batido.

Para quem comenta futebol, as copas; as blogueiras de moda, a Fashion Week; para os nerds de plantão a Comic Con; para psicólogos, o Setembro Amarelo, para as lojas de varejo, a Black Friday; assim por diante.

Isso também acontece com qualquer universo que seja sua temática.

Quais são as datas importantes para a sua área?

Além de não desprezar as datas de importância comum, como o Natal, o Carnaval, o Réveillon, feriados etc., entender os períodos mais prezados pelo seu público é a melhor jogada.

Para isso, programe um calendário, prevendo quais conteúdos precisam ser produzidos e quando precisam ser postados. Aproveite as oportunidades de forma organizada.

Assim, você obtém os melhores resultados e pode trabalhar o marketing com antecedência, gerando expectativa pelo momento da publicação.

Trabalhe na CTA

Chegou a hora de falar sobre o Call To Action.

Como o nome sugere, você precisa convidar o leitor a realizar alguma ação.

Dependendo do tom que você usa, pode ser até mesmo uma provocação, uma brincadeira, um real convite.

Você pode até utilizar os gatilhos mentais para obter a reação desejada diante do seu conteúdo.

No final dos seus posts, busque sempre o engajamento do seu seguidor.

Ele deve interagir com a sua proposta de alguma forma.

Exemplos bem simples é o pedido para seguir nas redes sociais, o encaminhamento para outro post do assunto, a sugestão para que a pessoa entre em contato, comente o post ou acesse alguma recompensa.

O que fazer com os resultados do bom SEO?

O SEO faz você ser visto.

O seu blog aparece no topo, a probabilidade de cliques sobe por consequência.

Assim, sua autoridade e reconhecimento também se potencializam.

Mas e aí, o que fazer com isso?

Uma página otimizada para os mecanismos de busca é só o começo do trabalho.

Daí é preciso ir adiante para alcançar o seu objetivo.

Qual é ele?

seo - Como fazer SEO para blog: Guia básico para blog.

Tenha metas pessoais

Que você tem os seus sonhos e objetivos com o seu blog, a gente sabe.

É provável que você saiba a qual patamar quer chegar com as suas publicações, como quer ser visto e conhecido pelos seguidores, quantos quer ter etc.

O ponto é que apenas um objetivo, assim, distante, não simboliza um plano estruturado.

Não se assuste:

Não é nenhuma tarefa maçante e terrível.

Trata-se de colocar esses propósitos dentro de um tempo específico, criando também um esquema para alcançá-los dentro dessa contagem.

Captar uma visualização é uma coisa, nutrir o relacionamento e, então, conquistar um seguidor, é outra.

Aprenda a usar o e-mail marketing

Você certamente não quer seguidores fantasmas ou visualizações vazias, mas sim pessoas que realmente interagem com seus conteúdos e sejam de fatos suas seguidoras.

Para isso, a estratégia de e-mail para blog precisa entrar em ação.

O e-mail marketing é uma ferramenta que tem como objetivo causar impacto a quem o recebe.

Você pode enviar um aviso, oferecer um novo material, felicitar o seguidor em sua data de aniversário, mandar mensagens em datas especiais, entre tantas outras ações positivas possíveis que sua criatividade permitir.

Tudo bem, mas como dar atenção e contato personalizado quando se tem milhões de seguidores (é isso que você quer, né)?

Click aqui para saber mais sobre E-mail Marketing.

Pegue a dica de ouro

Calma.

Nada disso se faz manualmente, até porque seria impossível, demandaria muito tempo e a qualidade seria comprometida por erros humanos.

Sim, você precisa usar uma ferramenta que tenha a capacidade de agrupar esses dados e transformá-las em informações para você conseguir se relacionar com cada envolvido.

Capte as informações necessárias

O que você precisa saber do seu leitor para que ele se sinta especial?

Primeiro, saber o nome dele.

Depois, o e-mail, para poder dar procedência à comunicação.

O número de telefone também serve.

As outras informações variam de acordo com a sua estratégia.

Idade, região, área profissional etc., vale tudo para desvendar os interesses.

Há diversos meios para conseguir os dados, mas todos eles precisam ser automatizados, para garantir a boa organização e uso, ok?

Cujo preenchimento de campos é fundamental: você convida o leitor a experimentar um filtro especial fornecido por você, por exemplo.

Para isso, ele apenas precisa preencher os dados predeterminados.

Os campos você vai determinar diretamente na ferramenta de captação.

Uma vez que a pessoa preencheu, você tem todas as informações que precisa.

Daí a importância de ter boas “iscas”.

A pessoa precisa realmente sentir que a recompensa vale a pena e o formulário deve ser simples e rápido.

Desenvolva um fluxo de nutrição

Mandar apenas um e-mail não cria um relacionamento nem faz você alcançar suas metas.

O fluxo de nutrição serve para levar o leitor a progredir esses passos e se aproximar da sua marca.

É responsabilidade de quem cuida da visibilidade programar como isso vai acontecer: é para isso que o fluxo de nutrição serve.

Seus contatos seguintes vão de fato nutrir a sua proximidade do leitor.

O primeiro e-mail que você vai mandar pode ser um cumprimento e uma menção à recompensa que ele obteve.

Pergunte se a pessoa gostou e sugira algo próximo da temática.

Depois, com o passar do tempo, você pode se oferecer para ajudar em alguma dúvida e assim por diante.

Lembre-se de caprichar na Landing Page

A Landing Page é um resumo breve do material ou recompensa que você está oferecendo para captar o lead.

Desenvolva-a em tópicos, dizendo o que a pessoa vai encontrar quando acessar e também quais são os benefícios de fazer isso.

Se você não caprichar nessa parte, o leitor pode se desinteressar pelo material, pensando que não vale a pena gastar meio minutinho preenchendo nome e e-mail.

Não deixe isso acontecer, faça-o ficar curioso e, claro, cumpra o que prometeu com o conteúdo.

Click aqui para conheçer o passo a passo de como montar um Negócio Online do Zero.

Conte conosco para ser um blogueiro de sucesso.

 

Mayron Fonseca

Olá, Seja Bem Vindo! Meu nome é Mayron Fonseca. Sou "Empreendedor Digital" em série com foco em Marketing Digital, Empreendedorismo, Trabalhar Em Casa e Dicas Para Afiliados... Focando em entregar material de alta qualidade, respondendo e resolvendo as necessidades de diversos públicos. Minha intenção com esse Blog é passar minha experiência pratica para que você tenha sucesso também.

Website: https://trabalhardeboa.com/

1 Comentário

  1. Pingback: Como trabalhar na Internet em casa - Empreendedorismo Digital‎

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.